A toxina botulínica, famosamente conhecida como Botox, também auxilia em tratamentos bucais. Ela é muito útil na preparação dos músculos da boca do paciente que vai fazer implante dentário. E ainda ajuda no relaxamento da musculatura da mastigação, favorecendo a adaptação de próteses dentárias.

Lembrando que a aplicação deve ser feita por um dentista especialista, tem duração de seis meses e precisa ser reaplicada para dar continuidade ao bom resultado. #Curiosidades fica a dica!


Bom dia e uma ótima semana!!


17dez
  • Qual a finalidade do implante dentário?  Sendo substitutos de raízes de dentes naturais que foram extraídos, os implantes passam a funcionar como suportes fixos para dentes artificiais, tanto para substituir um dente individualmente, quanto para suportar pontes fixas ou dentaduras, no caso de perda total dos dentes.

     

    Pra quem é indicado o implante?  Os candidatos devem gozar de boa saúde geral e bucal. Igualmente importante é que estejam conscientes da necessidade de se manter constantemente boa higiene oral e avaliações regulares com seu cirurgião-dentista.Em geral a idade, doenças sistêmicas e pouca quantidade óssea não são impeditivos para a instalação de implantes, porém os casos dever ser analisados separadamente.

     

    São melhores que as próteses convencionais? Certamente são melhores que dentaduras e próteses removíveis. Têm capacidade funcional melhor que às próteses fixas em casos de espaços desdentados relativamente pequenos, mas a opção por um outro tratamento deve ser cuidadosamente analisada pelo paciente e pelo profissional, pois as situações são muito diversas e impedem a discussão com regras fixas.

     

    Quais as desvantagens?  Um implante dentário requer um tempo de integração ao organismo de aproximadamente 06 meses (em casos mais complexos) e um investimento econômico-financeiro similar ao de uma prótese fixa, porém mais elevado que próteses removíveis ou uma dentadura convencional. Existe uma reduzida, mas real possibilidade de rejeição (cerca de 3%), ou melhor dito, não osso-integração do implante, obrigando à repetição da sua colocação.

     

    Porque Titânio nos implantes?  É um material usado em ortopedia há muitas décadas. Simplesmente o titânio não sofre corrosão quando inserido no corpo humano e não apresenta fenômenos de rejeição imunológica.

     

    Há risco de rejeição? O termo correto seria uma não osso-integração do implante, uma reduzida, mas real possibilidade de perda do implante(cerca de 3%) o que não inviabiliza uma nova instalação.

     

    Quais os procedimentos para a colocação de um implante? O procedimento cirúrgico varia dependendo do tipo do implante e do paciente. A maior parte dos pacientes pode submeter-se à anestesia local, no próprio consultório odontológico. O primeiro ato cirúrgico refere-se à instalação do implante e seu recobrimento pela gengiva adjacente. O segundo procedimento consiste numa pequena intervenção, apenas no tecido fibro-mucoso que recobre cada implante.  Finalmente inicia-se a parte protética propriamente dita, que compreende as moldagens, construção de prótese, ajuste estético e articulação.

     

  • 20out
  • Dores de cabeça, nos olhos e até no pescoço, podem estar intimamente relacionados a problemas bucais.

    Sintomas:

     -Dor de cabeça, ouvido, pescoço e nos olhos;

     -Zumbido;

     – Estalos ao abrir ou fechar a boca;

     – Dor ao abrir a boca;

     – Mandíbulas que travam ou saem do lugar;

     – Mudanças no encaixe dos dentes.

     

    Como tratar a D-ATM?

    Embora não exista uma cura para a D-ATM, existem diversos tratamentos que você pode seguir para diminuir consideravelmente os sintomas. Pode-se recomendar um ou mais dos seguintes tratamentos:

    – Tentar eliminar a dor e o espasmo muscular através da aplicação de calor úmido ou através de medicamentos como relaxante muscular, aspirina ou outros analgésicos comuns, ou ainda antiinflamatórios;

    – Reduzir os efeitos prejudiciais de travamento ou rangido, por meio de um aparelho, algumas vezes chamado de placa de mordida ou “splint”. Este aparelho, feito sob medida para sua boca, se encaixa nos dentes superiores e ao deslizar sobre os dentes inferiores impede estes dentes inferiores de ranger contra os dentes superiores;

     – Aprender técnicas de relaxamento para ajudar a controlar a tensão muscular na mandíbula. Seu dentista pode sugerir que você procure condicionamento e aconselhamento para ajudar a evitar o estresse;

     – Quando partes da mandíbula são afetadas e os tratamentos não surtiram efeito, uma cirurgia na articulação pode ser recomendada.

  • 20out
  • Escovação: Higiene bucal e uma escovação correta é o primeiro passo para a prevenção de doenças periodontais e cáries. Use uma técnica adequada : Posicione a escova num ângulo de 45°, dirigindo as cerdas para a junção dos dentes com as gengivas. É importante remover toda a placa bacteriana que se deposita próximo à gengiva, enquanto você está escovando os dentes. Isto, além de fortalecê-las, previne o aparecimento de doenças gengivais.

     

    Fio Dental: Ele garante a remoção eficaz de detritos alimentares das superfícies laterais dos dentes onde a escova não alcança, evitando o acúmulo de placa bacteriana e o surgimento de cáries e doenças gengivais nestes locais. O fio dental deve ser usado diariamente!!! Corte aproximadamente 50 cm de fio e enrole as extremidades nos dedos médios. Use os polegares para conduzir o fio suave e cuidadosamente entre os dentes superiores. Evite o contato brusco do fio com as gengivas para não machucá-las. Curve o fio suavemente ao redor da superfície lateral de cada dente e movimente-o cuidadosamente para cima, penetrando ligeiramente abaixo da linha da gengiva. Mova o fio para os lados, removendo a placa. Lembre-se de limpar completamente cada dente separadamente.

     

    Cárie: A cárie é uma doença causada por bactérias que liberamácidos na boca provocando a corrosão dos dentes, iniciando-se pelo esmalte e podendo alcançar a parte viva, o que pode causar muita dor e até mesmo a morte do dente.

     

    Mau Hálito: Não sendo caracterizado como doença o mau hálito está relacionado a problemas do organismo e principalmente da boca . Alguns fatores como o estresse, hábitos alimentares, dentes cariados, causas endógenas, problemas estomacais, também contribuem para aumentar essa desagradável sensação, porém a placa bacteriana da língua ou saburra lingual, é a principal responsável em 90% dos casos, pois a fermentação dos alimentos contidos nessa placa gera liberação de gazes à base de enxofre provocando o mau cheiro.

     

    Siso: Os terceiros molares conhecidos como dentes do siso, normalmente irrompem na cavidade bucal entre os 17 e 25 anos de idade, ou seja, são os últimos a aparecerem na boca.Um terceiro molar parcialmente irrompido pode provocar gengivites, abscessos, irritação local, dor, edema e até mesmo o aparecimento da cárie dental, já que a higienização se torna extremamente difícil e dolorosa na região.Quando o terceiro molar fica totalmente incluso, pode produzir reabsorção do dente vizinho, transtornos dolorosos e até degenerações.A extração do terceiro molar está indicada quando ele está mal posicionado, não há espaço suficiente na arcada, nos quadros de dor, quando a irrupção não se completa ou por indicação ortodôntica.

  • 20out
  • Nosso consultório possui a aparelhagem mais moderna no campo da odontologia, nossas ASBs (Auxiliares de Saúde Bucal), foram devidamente treinadas e registradas pela Associação Brasileira de Odontologia (ABO-GO), treinamento esse feito com o intuito de aprimorar a qualidade de nossos serviços, aperfeiçoar e agilizar seu atendimento.
    Preocupados ainda em diminuir o stress que procedimentos odontológicos causam a alguns clientes, instalamos em nossa sala de atendimento: ar condicionado, aparelho de TV com DVD, câmera intraoral, câmera digital, frigobar e computador com acesso a internet e rede sem fio para um maior conforto a nossos clientes e seus acompanhantes.

  • 19out
  • Estudos clínicos de acompanhamento de pacientes portadores de implantes dentários calculam que mais de 40% deles podem desenvolver inflamações ao redor de seus implantes, sem os corretos cuidados e higienização. Se nada for feito os efeitos nocivos, como infecções junto ao osso que sustenta os implantes, irão se acumular e a perda dele será muitas vezes inevitável.

    Mas se você higienizar corretamente seus implantes e dentes fará parte de um grupo de pacientes que pode manter suas próteses estáveis por mais de 10 anos.